Pela sua saúde consuma azeite

Azeite: tempero, ingrediente, meio de cozedura,  e agente conservador

 Utilizado em cru (como tempero), em cozinhados (como ingrediente), bem quente (como meio de cozedura) ou a frio (como agente conservador de enchidos, azeitonas, alguns legumes e queijos), o azeite marca presença na cozinha, não conhecendo limites nos doces e salgados.

O azeite confere sabor, aroma e cor. Melhora as texturas. Transmite calor. Versátil como poucos ingredientes culinários, ele integra os alimentos, personaliza e identifica um prato. O bom e velho azeite faz parte dos hábitos das regiões mediterrâneas e está presente em boa parte de nossa história.

Usualmente, o termo azeite refere-se ao produto alimentar, usado como tempero, produzido a partir da azeitona, fruto advindo das oliveiras (em outros contextos, pode também tratar-se de óleos produzidos a partir de outras plantas).

Trata-se, pois, de um alimento antigo, clássico da culinária contemporânea, regular na dieta mediterrânea e nos dias atuais presente em grande parte das cozinhas.

O tempo que decorre entre a colheita e a laboração da azeitona não pode exceder as 48 horas. A azeitona é primeiramente lavada, desfolhada e moída, sendo em seguida batida a massa, a uma temperatura máxima de 35ºC. Em nenhuma das operações o azeite pode ser sujeito a uma temperatura superior à referida, de forma a que as suas caraterísticas organolépticas não sofram alterações. No final do processo, o azeite é embalado em garrafas de vidro incolor.

A região mediterrânea, atualmente, é responsável por 95% da produção mundial de azeite, favorecida pelas suas condições climáticas, propícias ao cultivo das oliveiras, com bastante sol e clima seco.

 

Benefícios

Além dos benefícios para a saúde, o azeite adiciona à comida um sabor e aroma peculiares

O Azeite é uma gordura essencialmente monoinsaturada (rica em ácidos gordos monoinsaturados), rica em vitamina E e outros antioxidantes naturais (caroteno e polifenóis) que ajudam o nosso organismo a defender-se dos “radicais livres” responsáveis pelo envelhecimento celular, prevenindo os efeitos nocivos da idade sobre as funções cerebrais e o envelhecimento dos tecidos e órgãos em geral.

Das gorduras utilizadas na alimentação humana, o azeite é aquela que tem um perfil de ácidos gordos mais equilibrado.

O azeite é, assim, rico num tipo de gordura saudável (“gordura monoinsaturada”), que reduz o “mau” colesterol (LDL) no sangue, mantendo o nível do “bom” colesterol (HDL). Deste modo, permite um equilíbrio saudável entre estes dois tipos de colesterol.

O “mau” colesterol deposita-se nas paredes internas das artérias, estreitando-as e causando aterosclerose,  que pode conduzir a um enfarte do coração e a paragem cardíaca.

O “bom” colesterol (HDL), pelo contrário, protege-nos do enfarte do coração. Pelos seus efeitos saudáveis sobre a gordura do sangue, o azeite diminui o risco de enfarte cardíaco.

O azeite favorece a mineralização óssea, combate o envelhecimento dos tecidos e órgãos em geral (como, por exemplo, o cérebro), contribui para o bom funcionamento da vesícula biliar e restante aparelho digestivo e ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, alguns tipos de cancros e diabetes.

O Azeite tem uma composição em ácidos gordos essenciais que se aproxima da do leite materno e que proporciona o seu fornecimento adequado, atendendo às necessidades de um organismo em crescimento.

O Azeite, pelo seu alto teor em ácidos gordos monoinsaturados, é também aconselhado na diabetes, influenciando positivamente os valores de açúcar e gordura no sangue.

No que se refere ao aparelho digestivo, o azeite é bem tolerado pelo estômago. Diminui a secreção de ácidos estomacais, o que produz efeitos muito positivos nas úlceras do estômago e do intestino delgado.

Além disso, o azeite tem um efeito preventivo na formação de pedras e atua como um auxiliador da digestão.

Também pode proteger de alguns tipos de cancro, particularmente o da mama.

Ao nível ósseo, favorece a mineralização, estimulando o crescimento e favorecendo a absorção do cálcio.

Resumindo, os efeitos benéficos do azeite sobre o organismo são:

  • aparelho circulatório: ajuda a prevenir a arteriosclerose e os seus riscos, atua positivamente contra a gordura no sangue e diminui o risco de enfarte cardíaco;
  • aparelho digestivo: melhora o funcionamento do estômago e do pâncreas, o nível hepato-biliar e o nível intestinal, previne as pedras da vesícula biliar e auxilia a digestão;
  • pele: efeito protetor e tónico da epiderme;
  • sistema endócrino: melhora as funções metabólicas;
  • sistema ósseo: estimula o crescimento e favorece a absorção do cálcio;
  • atua vantajosamente no metabolismo em doentes diabéticos;
  • contribui para a prevenção de doenças cancerígenas;
  • é fundamental para um bom equilíbrio da alimentação.

O Azeite é uma ótima opção para fritar alimentos. Nas condições adequadas de temperatura, o Azeite não sofre nenhuma alteração substancial na sua estrutura, conservando intactas todas as suas propriedades dietéticas. Além disso, forma uma crosta na superfície dos alimentos, que impede a penetração do Azeite no interior dos mesmos. Com a utilização do Azeite para a fritura obtêm-se fritos mais secos e apetecíveis

Prova do Azeite: Vila Nova da Barquinha

Em Novembro e Dezembro de cada ano, realiza-se a  Prova do Azeite no concelho de Vila Nova da Barquinha, nos restaurantes aderentes.

Este é um certame anual promovido pela Câmara Municipal em parceria com os restaurantes do concelho. Trata-se de uma mostra gastronómica com base em pratos confecionados com azeite, um produto com larga tradição no concelho.

A existência de mais de duas dezenas de lagares de azeite no concelho de Vila Nova da Barquinha, no século passado, comprova a secular tradição da produção deste produto de características mediterrânicas.

Almourol Restaurante e o azeite

Muito apreciado é um pão torrado com azeite e alho, que sendo finas fatias de pão, são torradas e regadas com azeite quente e alho. Fazem um excelente entretém de boca.

Ler mais em : https://cutt.ly/VhxOsmV

Nos meses de azeite, faz parte das entradas na mesa uma variedade de azeites que permite e garante uma verdadeira prova de azeites. Essas provas por vezes são comentadas por técnicos e parceiros da região.

Os azeites em destaque, para as provas, no Almourol  Restaurante, são::

Quinta da Lagoalva (Frantoio e Cobrançosa) – Alpiarça – https://www.lagoalva.pt/produto/azeite-virgem-extra/

Cabelo das Nogueiras (Galega e Cobrançosa) – Alferrarede – Abrantes

https://www.loa.pt/product-page/azeite-ve-cabe%C3%A7o-das-nogueiras-premium-500ml

Explazeite – Areias – Ferreira do Zêzere

https://www.explazeite.pt

Vale Escudeiro /Galega, Picual e Cobrançosa) – Bemposta

https://valescudeiro.pt/

Quinta da Ribeirinha – Póvoa de Santarém – Santarém

http://quintadaribeirinha.com/

 

Quinta da Casal Branco – Almeirim

https://www.casalbranco.com/pt/produto/azeite-quinta-do-casal-branco-3l/?v=35357b9c8fe4

Quinta da Alorna (Galega, Cobrançosa e Arbequina) – Almeirim

http://alorna.pt/Vinhos/Quinta-da-Alorna/Azeite-Virgem-Extra-Extra-Virgem-2011

 

Ementa

Da ementa do ALMOUROL RESTAURANTE  fazem parte algumas iguarias em que é obrigatório um bom azeite – é exemplo o Polvo á Lagareiro, o molho de coentros no lombinho de peixe https://www.facebook.com/watch/?v=645362902954856

ou a lapardana de bacalhau  https://fb.watch/1xEpULNHUH/ , entre outros.

Ementa (http://almourol.pt/pdf/Mod.42_Ementa_V69_F.pdf

Leave Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.